Para evitar disfunção erétil

Para evitar disfunção erétil ou impotência em tempo útil, os homens devem parar de fumar , comer de forma saudável e fazer muitos esportes. O consumo excessivo de álcool também deve ser evitado. Além disso, o estresse e os problemas sociais devem ser eliminados. Técnicas de relaxamento bem conhecidas, como yoga , treinamento autogênico e relaxamento muscular progressivo também são adequadas para isso.

Em certas circunstâncias, a disfunção erétil também pode ser combatida pelo autotratamento, dependendo dos fatores causais. Se a impotência é causada por problemas mentais, as conversas com o parceiro geralmente ajudam. Ao reduzir a pressão mental, é possível quebrar o ciclo de medo do fracasso sexual e decepção. Uma medida sensata de auto-ajuda para melhorar a disfunção erétil é o abandono de produtos de tabaco, como cigarros. Assim, aumenta o uso do tabaco é um risco que as artérias estão entupidas. O mesmo risco existe através do consumo regular de bebidas alcoólicas . Em contraste, nutrientes especiais que estão contidos no chocolate escuro e amoras , entre outras coisas , têm um efeito positivo sobre os vasos sanguíneos. A redução da obesidade é frequentemente útil . Assim, menos peso é produzido por testosterona homens acima do peso . No entanto, o hormônio sexual masculino é extremamente importante para as ereções estáveis. Até mesmo uma perda de peso de dez por cento causa uma capacidade erétil melhorada. Homens que sofrem de disfunção erétil, por vezes, recorrem a ajudas mecânicas. Isto inclui, por exemplo, a bomba de vácuo . O usuário coloca seu pênis em um cilindro de plástico transparente e gera pressão negativa à mão. Isso, por sua vez, resulta no influxo de sangue para o tecido erétil. Com um anel peniano pode impedir o fluxo de sangue do tecido erétil.

Disfunção Eréctil (impotentia coeundi), também conhecida como disfunção eréctil (DE) significa: Aqui o pênis não é, insuficiente ou não tempo suficiente duro, de modo a que o ato sexual não pode ser realizado.

Inimigos da ereção

Inimigos da ereção e como vencê-los

Hábitos nocivos, doenças, problemas psicológicos e emocionais são possíveis causas da disfunção erétil. Layfhaker fala em detalhes sobre eles e compartilha dicas sobre como ficar sempre no topo.

Causas da disfunção erétil

Depressão

A excitação nasce no cérebro e só depois desce. Mas na cabeça, entupido de pensamentos sobre a futilidade da vida, dificilmente pode aparecer. Portanto, a depressão enfraquece o desejo e a ereção.

Ainda mais tristemente, muitos antidepressivos também são capazes de suprimir o desejo sexual, retardando o processo de excitação e orgasmo.

Stress

O estresse, como a depressão, não contribui para o bom humor. Ele também está associado à fadiga – um aliado sem importância na cama.

Álcool

Ele é esperto. Um par de bebidas – e você está no bom humor. Mas a continuação do banquete, especialmente com álcool forte , ameaça o fiasco sexual.

Afortunadamente, neste caso, a falta de uma ereção, por via de regra, é temporária. Mas ainda é melhor manter-se dentro.

Drogas

Anfetaminas, cocaína, maconha e outras drogas também podem causar problemas sexuais. Embora a lista de possíveis conseqüências de seu uso não seja a pior.

Fumar

O que está escrito nas embalagens de cigarros é verdade. Fumar realmente aumenta o risco de disfunção erétilÉ a relação entre o tabagismo ea disfunção erétil masculina independente de doença cardiovascular? Resultados de um Estudo Transversal Baseado em População . Então não diga que você não foi avisado.

Medicamentos

Não só antidepressivos, mas também algumas outras drogas levam a problemas com a potência. Este efeito colateral pode ser analgésicos ou agentes redutores de pressão. No entanto, é melhor parar de tomá-lo somente depois de consultar um médico.

Raiva

É difícil entrar em sintonia com o romance, se você está explodindo de raiva. Além disso, até mesmo a raiva reprimida pode trazer discórdia à sua vida amorosa.

xgrow up

Aumenta a impotência:

xgrow up

A natureza criou uma pessoa capaz de conceber e o nascimento de crianças mesmo na idade adulta e, portanto, deu ao corpo masculino a força necessária e a energia sexual.

Daí, a razão que provoca a disfunção erétil relacionada à idade – apenas realizações na vida: o resultado da atitude errada de sua própria saúde e, em particular, a falta de prevenção da impotência sexual.

Como regra, em pessoas com idade entre 50 e 60 anos (ou mais) que sofrem de distúrbios sexuais diagnosticados, há um baixo nível de hormônio sexual.

Estudos confirmam: a ereção está enfraquecida ou ausente por causa do baixo rendimento dos vasos que alimentam o corpo do pênis. A elasticidade do invólucro da proteína também diminui, o que também está associado a uma diminuição no nível natural de colágeno e isquemia dos corpos cavernosos.

Prostatite, uretrite e outras doenças do sistema geniturinário – os fiéis “adivinhos” e os companheiros da disfunção erétil. A diminuição da freqüência e duração da ereção também é causada pela recusa forçada da vida sexual ativa, causada, por exemplo, pela falta de vontade de contato sexual do parceiro. Mas sobre a saúde do marido, em primeiro lugar, deve cuidar de sua esposa!

Impotência

Na maioria das vezes, a impotência é entendida como disfunção erétil. Essa desordem da vida sexual é o homem mais comum. Saiba como eliminar os distúrbios sexuais, clicando em xgrow funciona. Entenda como é possível.

Impotência (lat. Impotentia – fraqueza, impotência) – impotência, a incapacidade de um homem para executar uma relação sexual completa para alcançar a satisfação sexual de ambos os parceiros.

Dependendo da natureza dessa violação, faça a distinção entre impotência total e parcial. Na impotência total, um homem não é capaz de atingir ou manter uma penetração suficiente na ereção do órgão genital feminino para cometer relações sexuais. Para impotência parcial ereção é às vezes ou sempre moderada mas suficiente para penetrar nos órgãos genitais femininos e relações implementação diminui ou desaparece durante a relação sexual.

Xanimal

Disfunção erétil

Disfunção erétil de origem fisiológica:

Raro em homens saudáveis ​​com menos de 50 anos e mais comum em homens idosos;

desaparecimento de ereções noturnas ou matinais;

instala-se mais frequentemente gradualmente, ao longo de meses e até anos;

incapacidade (total ou parcial) para alcançar ou manter uma ereção sob quaisquer circunstâncias;

é reversível em muitos casos.

Disfunção erétil de origem psicológica:

ereções noturnas ou matinais preservadas;

ereção completa durante a masturbação;

desordem que na maioria das vezes ocorre de repente;

ocorre apenas sob certas circunstâncias;

não parece associado com nenhuma doença.

POR QUE O PROBLEMA DE AUMENTAR A POTÊNCIA É TÃO RELEVANTE

“Potência” – um conceito filistino, indicando a capacidade de um homem manter uma vida sexual. Potência ou impotência fracas implicam que essa habilidade é prejudicada. Mas isso inclui tais distúrbios?

Os médicos decidem o termo “disfunção erétil” – isto é, o paciente tem problemas com excitação ou com o funcionamento saudável do pênis. A fala pode ser inadequada, pois este órgão é impossível de interceder, ou problemas de ejaculação (liberação de espermatozóides) que ocorrem cedo demais ou são acompanhados de desconforto. A impotência é a mesma – é uma falta completa de ereção a longo prazo e, em seguida, o extremo grau negativo de disfunção erétil.

A disfunção erétil é raramente manifestada por doença independente – na grande maioria dos casos, é o eco de uma séria desordem do processo que afeta muitos órgãos e sistemas. Além disso, o declínio na potência pode usar um caráter forte – seja uma consequência de lesão emocional ou uma situação grave e estressante.

Disfunção erétil de origem fisiológica:

Anormalidades dos vasos sanguíneos. Os distúrbios vasculares, arteriais ou venosos são responsáveis ​​por uma grande proporção de casos. As doenças mais comuns incluem endurecimento das artérias ( arteriosclerose ), pressão alta, colesterol alto (hipercolesterolemia) e diabetes .

Alguns medicamentos. Anti-hipertensivos, antidepressivos, antipsicóticos, anticonvulsivantes contra a epilepsia, cimetidina (para diminuir a secreção de ácido gástrico) e elevadas doses de medicação contra a ansiedade (ACTIVAN, Valium, etc.) podem afetar a mecanismo vascular de ereção. Se não conhece o tratamento para eliminar a impotência, acesse Xanimal Reclame Aqui.