Xanimal

Disfunção erétil

Disfunção erétil de origem fisiológica:

Raro em homens saudáveis ​​com menos de 50 anos e mais comum em homens idosos;

desaparecimento de ereções noturnas ou matinais;

instala-se mais frequentemente gradualmente, ao longo de meses e até anos;

incapacidade (total ou parcial) para alcançar ou manter uma ereção sob quaisquer circunstâncias;

é reversível em muitos casos.

Disfunção erétil de origem psicológica:

ereções noturnas ou matinais preservadas;

ereção completa durante a masturbação;

desordem que na maioria das vezes ocorre de repente;

ocorre apenas sob certas circunstâncias;

não parece associado com nenhuma doença.

POR QUE O PROBLEMA DE AUMENTAR A POTÊNCIA É TÃO RELEVANTE

“Potência” – um conceito filistino, indicando a capacidade de um homem manter uma vida sexual. Potência ou impotência fracas implicam que essa habilidade é prejudicada. Mas isso inclui tais distúrbios?

Os médicos decidem o termo “disfunção erétil” – isto é, o paciente tem problemas com excitação ou com o funcionamento saudável do pênis. A fala pode ser inadequada, pois este órgão é impossível de interceder, ou problemas de ejaculação (liberação de espermatozóides) que ocorrem cedo demais ou são acompanhados de desconforto. A impotência é a mesma – é uma falta completa de ereção a longo prazo e, em seguida, o extremo grau negativo de disfunção erétil.

A disfunção erétil é raramente manifestada por doença independente – na grande maioria dos casos, é o eco de uma séria desordem do processo que afeta muitos órgãos e sistemas. Além disso, o declínio na potência pode usar um caráter forte – seja uma consequência de lesão emocional ou uma situação grave e estressante.

Disfunção erétil de origem fisiológica:

Anormalidades dos vasos sanguíneos. Os distúrbios vasculares, arteriais ou venosos são responsáveis ​​por uma grande proporção de casos. As doenças mais comuns incluem endurecimento das artérias ( arteriosclerose ), pressão alta, colesterol alto (hipercolesterolemia) e diabetes .

Alguns medicamentos. Anti-hipertensivos, antidepressivos, antipsicóticos, anticonvulsivantes contra a epilepsia, cimetidina (para diminuir a secreção de ácido gástrico) e elevadas doses de medicação contra a ansiedade (ACTIVAN, Valium, etc.) podem afetar a mecanismo vascular de ereção. Se não conhece o tratamento para eliminar a impotência, acesse Xanimal Reclame Aqui.